Memória

Memória: 5 mulheres que fazem parte da história política de São Bernardo

Na atual legislatura, apenas duas mulheres ocupam a cadeira de vereadora na Câmara Municipal de São Bernardo do Campo: Ana Nice (PT) e Lia Duarte (PSDB).

A representação feminina no poder público ainda se faz modesta, por isso, infelizmente, é fácil contabilizar quantas são aquelas que foram protagonistas. A mudança desse quadro é lenta mesmo que contínua.

Neste artigo, reunimos uma breve biografia de cinco mulheres que fizeram (e ainda fazem) parte da história política da cidade, seja liderando como Tereza Delta ou atuando nos bastidores como Rita Zincaglia.

Tereza Delta
Talvez a mais importante da lista, Tereza Delta conseguiu ser destaque em uma época na qual a presença feminina não era vista com bons olhos. Foi a primeira presidente da Câmara, entre 1948 e 1951, após a emancipação da cidade, chegando a ser prefeita tempos depois. Faleceu em agosto de 1993, aos 74 anos.

Aracy de Angelo
Nascida em Santo Antônio de Pádua, no Rio de Janeiro, Aracy de Angelo mudou-se para São Bernardo em 1947. Foi inspetora do Colégio João Ramalho por 25 anos, até se aposentar. Amiga de Tereza Delta, elegeu-se vereadora em 1955. Faleceu aos 81 anos no dia 27 de novembro

Margarida da Silva
Nas eleições de 1955, ficou como suplente após candidatar-se a vereadora. Margarida da Silva era secretária bilíngue e foi uma das responsáveis pelos discursos do ex-prefeito Lauro Gomes.

Antonia Ortega de Abreu (Dona Antonina)
Suplente na legislatura de 1960 a 1963, Dona Antonina assumiu por duas vezes o cargo de vereadora naquele período, mas sua maior contribuição, sem dúvida, foi na área de educação, ajudando a fundar e organizar os primeiros cursos de pré-escola e de formação profissional da Prefeitura.

Rita Zincaglia
Mesmo sem concorrer nas eleições, Rita Zincaglia sempre manteve forte vínculo com a vida política da cidade, trabalhando por anos em diversos departamentos da Prefeitura, exercendo cargos de secretária municipal, diretora e assessora nas gestões de vários prefeitos, o que lhe rendeu o apelido de “eterna secretária”. Faleceu em 2015, aos 83 anos.

Tereza, Aracy, Margarida, Antonina e Rita

Fonte/Fotos: Câmara Municipal de São Bernardo do Campo / Seção de Pesquisa e Documentação


Comente!