Notícias

7 mil trabalhadores da Mercedes-Benz cruzam os braços por 24 horas em São Bernardo

Metalúrgicos decidiram em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira paralisar a produção da Mercedes-Benz, em São Bernardo, por 24 horas. As informações são do Diário do Grande ABC.

O objetivo é protestar contra as reformas da Previdência, trabalhista e a terceirização.

O ato aconteceu por volta das 7h30, em frente à montadora. Ao todo, 7.700 trabalhadores, além de cerca de dois mil prestadores de serviço, cruzarão os braços ao longo do dia.

A assembleia fez parte do Dia Nacional de Mobilização, organizado pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) e demais centrais e entidades que integram as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.


Comente!