Luiz Marinho propõe 20% de aumento em seu salário

O prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, enviou recentemente para a Câmara Municipal uma proposta de reajuste de quase 20% em seu salário mensal, do vice-prefeito, Frank Aguiar, e de todo o secretariado, composto atualmente por 32 nomes.

A proposta, retroativa a 1º de março, será votada nesta quarta pelos vereadores da cidade e, se for aprovada, elevará a remuneração mensal do prefeito para R$ 30.620. Atualmente o salário bruto é da ordem R$ 25.604,69, o maior entre os prefeitos da região do Grande ABC, de acordo com publicação do jornal Diário do Grande ABC desta segunda (21).

A remuneração de Frank mudará de R$ 12.800 para R$ 15.310. O salário dos secretários passará de R$ 19.216 para 22.984.

Conforme texto da Lei Orgânica do Município, os ganhos do chefe do Executivo devem acompanhar o acréscimo salarial dos servidores municipais. O tema recebeu duras críticas dos vereadores de oposição.

O pedido de aumento foi colocado em pauta na última quarta-feira, juntamente com o reajuste do funcionalismo municipal, porém o líder do governo, vereador Zé Ferreira, solicitou adiamento da proposta, pois alguns governistas não estava presentes, o que colocaria em risco a aprovação. “Parte dos vereadores quer fazer discurso demagógico. Prefeito, vice e secretários são servidores e trabalhadores também”, alegou Zé Ferreira em entrevista ao Diário.

“O prefeito está ferindo o princípio moral da situação ao propor tamanho reajuste em meio a uma crise financeira e econômica no País”, questionou Julinho Fuzari, um dos líderes da oposição.

Fonte: Diário do Grande ABC

Leia também: