Notícias

Alunos da Anhanguera fazem protesto contra instituição em São Bernardo

O descontentamento de alunos do curso de Direito da Faculdade Anhanguera, em São Bernardo do Campo, unido à insatisfação de outras turmas, provocou uma manifestação na noite desta terça-feira (12), em frente ao prédio da instituição, localizado na região central da cidade.

Os estudantes reclamam das mensalidades que, a princípio, seriam direcionadas para aulas presenciais, porém, segundo eles, a maior parte do conteúdo tem sido distribuída por meio de uma plataforma online.

Os manifestantes também criticam a infraestrutura precária da instituição. Além disso, segundo relatos, há falta de professores com profissionais dando aulas fora de suas especialidades.

Em nota, a Anhanguera afirma que atende as diretrizes do Ministério da Educação e que investe na infraestrutura de suas unidades. Leia o texto abaixo na íntegra.

“A Anhanguera informa que distribuição da carga horária, em atividades presenciais e a distância, possibilita ao estudante a vivência do seu cotidiano, sua inserção no campo de trabalho e cumprimento das atividades contempladas na matriz curricular dos cursos. A programação das disciplinas está em consonância com as diretrizes do Ministério da Educação (MEC), da diretoria acadêmica da instituição e do núcleo docente estruturante (NDE), que atua no processo de concepção, consolidação e contínua atualização do projeto pedagógico das graduações.

O modelo acadêmico adotado pela instituição prima pelo desempenho dos alunos de forma a atender as demandas do mercado de trabalho e visa a conexão com a nova realidade do mundo digital, proporcionando mais inovação e tecnologia aplicada à educação. Além de aulas presenciais são oferecidas aprendizagem a qualquer hora e em qualquer lugar por meio de conteúdos digitais gratuitos, como Livros Didáticos Digitais, web aulas e vídeo aulas. O processo de ensino conta também com ferramentas de ensino adaptativo, que possibilitam a customização de planos de estudo de acordo com as necessidades de aprendizagem de cada aluno.

A Anhanguera também se dedica a promover um ensino com qualidade, que atende a demanda de cada curso, além de disponibilizar uma série de recursos tecnológicos para melhoria de aprendizagem, acesso a laboratórios e bibliotecas de ponta, que corroboram para a vivência universitária. A instituição reitera que efetua continuamente estudos sobre a infraestrutura de seus campi, a fim de promover a melhor experiência acadêmica possível.”

Para esta quarta-feira (13), está agendada uma nova manifestação, a partir das 19h, em frente ao prédio localizado na Rua Atlântica.


Comente!