Marinho confia que PMDB deve fechar com Tarcisio Secoli

Prefeito de São Bernardo e mentor da pré-campanha do ex-secretário Tarcisio Secoli (PT) ao Executivo, Luiz Marinho (PT) salientou ontem acreditar que terá novamente a adesão do PMDB no processo eleitoral de outubro. A legenda, que caminha com o petismo desde a primeira gestão de Marinho, em 2009, sustenta que trabalha para lançar projeto próprio ao Paço, encabeçado pelo ex-vereador e ex-secretário Tunico Vieira, mas ainda não cravou definição.

“Não trato com o presidente (Michel) Temer postura do PMDB na cidade. Tratamos com dirigentes partidários. A possibilidade de candidatura do partido está colocada, respeito. Se o Tunico desejar ser candidato, depende disso. Se não tiver (projeto próprio), estamos aberto ao diálogo, mas não vou ficar forçando a barra para cima do PMDB. Vamos deixar para a foto da nuvem do dia 5. Fotografia de nuvem todo dia pode mudar”, citou o prefeito petista, referindo-se a sexta-feira, quando os partidos realizarão convenção partidária para oficializar posicionamento eleitoral.

Leia também: