Mercedes-Benz aposta no Pokémon Go para tentar vender mais carros

O jogo Pokémon Go acabou de chegar ao Brasil e já figura entre os assuntos mais comentados da semana. E o game, que conseguiu se destacar mesmo às vésperas de um evento como as Olimpíadas também pode se tornar uma importante ferramenta de marketing. Uma marca que percebeu isso, e já se aproveita da popularidade do joguinho foi a Mercedes-Benz.

A fabricante alemã espalhou por suas concessionárias europeias uma espécie de “cartilha” que explica como as revendas podem se beneficiar da desenfreada cruzada em busca dos monstrinhos virtuais. Nela, recomenda que as lojas explorem alguns módulos do jogo para atrair possíveis clientes. E eles podem ser desde pais que levam seus filhos à caça até um dos milhares de adultos cadastrados no game.

Na prática, o concessionário investe uma quantia para que seu estabelecimento se transforme numa “fonte” de itens colecionáveis do jogo. O módulo de atração fica ativo por meia hora e atrai um novo monstrinho a cada três minutos. A Mercedes ainda cadastrou algumas de suas lojas como “PokeStops” oficiais, locais onde os usuários podem conquistar também pokebolas e outros bônus.

A marca espera obter um retorno semelhante ao de uma pizzaria de Nova York, nos Estados Unidos. Com um investimento de dez dólares, o restaurante atraiu cerca de 12 Pokémons até o local. No fim do dia, o faturamento foi 75% maior que o de costume.

Será que a estratégia também será posta em prática no Brasil?