Notícias

Toda semana, ao menos um coletor se machuca em São Bernardo devido ao descarte incorreto de lixo

Os coletores de lixo contribuem com a população para ruas sempre limpas e organizadas. Mas nem todo mundo colabora com os trabalhadores que, muitas vezes, se ferem ao recolher materiais perigosos, descartados irregularmente.

De acordo com notícia publicada no jornal Diário do Grande ABC, em São Bernardo, a SBC Valorização de Resíduos já contabilizou neste ano 27 coletores feridos.

Do total, 14 foram por perfurações e 13 por objetos cortantes. Os 1.000 colaboradores coletam média de 680 toneladas de lixo e 41,65 toneladas de recicláveis diariamente.