Comitê contra o Escola sem Partido é lançado em São Bernardo

Movimentos sociais, partidos políticos, professores e demais membros da sociedade civil lançaram no sábado (6), nas dependências da UFABC em São Bernardo, o Comitê ABCD Contra a Escola sem Partido.

Para os membros do comitê, “o movimento trás riscos à democracia e à população, quando censura professores dentro das escolas”, explica a professora de sociologia Bruna Sartori, que é uma das coordenadoras da organização.

Diversos projetos de lei, em diferentes casas legislativas tramitam pelo país, incluindo a Câmara dos Deputados. A ideia do movimento Escola sem Partido é de que existe suposta “doutrinação” dos professores com os alunos.

O comitê pretende organizar aulas públicas em diferentes faculdades. A primeira será realizada nesta quinta-feira (11), na própria UFABC, às 17h. Existem planos de levar as aulas para a Faculdade de Direito de São Bernardo e para a Fundação Santo André.

Leia também: