Advogado de São Bernardo defende muçulmanos presos na operação Hashtag

Ronaldo Vaz de Oliveira, de São Bernardo do Campo, é o advogado de três do total de 12 presos pela Polícia Federal, no dia 21 de julho, na operação batizada como Hashtag.

Em entrevista ao site ABCD Maior, o profissional afirmou que, provavelmente, as prisões temporárias serão prorrogadas até o final das Paraolimpíadas, em setembro. Oliveira acredita que a ação foi “midiática e sem constatação de culpa, com cerceamento de defesa”. Para o advogado, o Brasil mostrou ao mundo que não consegue lidar com a segurança doméstica.

São Bernardo concentra a maioria das famílias de muçulmanos que vivem no Grande ABC. Elas temem que imagem negativa passada pela Polícia Federal possa causar impacto em suas vidas na região.

Comente!