Ford interrompe produção em São Bernardo e concede férias coletivas para 3 mil funcionários

Os cerca de três mil trabalhadores na Ford entraram de férias coletivas nesta segunda-feira (15/08) e devem ficar afastados até dia 26 de agosto. A medida estava prevista pela montadora, que fechou acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em junho para administrar o excedente de 850 funcionários na fábrica de São Bernardo.

A montadora informou, por meio de nota, que a medida é “para adequar o volume de produção às condições do mercado”. O sindicato da categoria complementou os motivos tratando de uma readequação das linhas de montagem de carros e caminhões que foram integradas e os funcionários receberão treinamento até setembro para lidar com os dois segmentos.

Com esse afastamento na Ford, a cidade mantém três montadoras com a produção parada. A Volks está desde o final de julho paralisada por falta de fornecimento de peças e a Mercedes-Benz colocou os trabalhadores em licença remunerada por tempo determinado a partir desta segunda-feira (15/08).

Comente!