Polícia prende suspeito por assassinato no Baeta Neves

Policiais do 6º Distrito Policial de São Bernardo do Campo prenderam na tarde da última quinta-feira (17/03) o suspeito de assassinar o funcionário público Fabio Benedetti, no dia 17 de fevereiro, em frente à EMEB Odette Edith Périgo de Lima, Baeta Neves, após uma tentativa de assalto. C. A. R. S., 26 anos, já foi detido outras duas vezes por roubo e tem diversas passagens pela Fundação Casa.

O suspeito foi preso em casa, na rua Marginal Córrego Taioca, próximo ao supermercado Sonda, na divisa com Santo André. De acordo com a delegada Kátia Regina Cristófaro Martins, o rapaz não resistiu à prisão. De acordo com Kátia, cerca de 10 dias após o assassinato, a polícia já o tinha como o principal suspeito.

A prisão aconteceu na quinta, de acordo com a polícia, imediatamente após a liberação do mandado de prisão temporária.

“Por meio das imagens das câmeras conseguimos identificar dois suspeitos que passaram no local na hora do crime. Isso facilitou nosso trabalho”, avaliou a delegada. Após identificar os suspeitos, a polícia levou ambos para prestar depoimento. Em meia hora de conversa, C. A. R. S. confessou o crime. “Ele deu detalhes que apenas o assassino saberia, como por exemplo, a marca do celular da vítima”, destacou.

Para a polícia, o rapaz confessou ainda que o objetivo era roubar o celular de Fabio Benedetti, porém não soube explicar o real motivo de ter realizado os disparos.

O crime ocorreu na rua Giacinto Tognato por volta do meio-dia do dia 17 de fevereiro, quando o funcionário público foi para a calçada fumar um cigarro. O SAMU foi acionado, mas não houve tempo hábil para o socorro e Benedetti acabou falecendo no local. O caso ganhou repercussão em todo o país sendo alvo de reportagens de diversos sites, jornais, e emissoras de rádio e televisão.

Fonte: ABCD Maior

Leia também: