Festa de São Bartolomeu: a tradição que não morre

As famílias italianas oriundas da Região Toscana, e que residem em São Bernardo do Campo, têm uma tradição que não deixam morrer.

Anualmente realizam a Festa de São Bartolomeu, que é aberta com a celebração da missa rezada na língua italiana, e depois todos realizam um verdadeiro piquenique, onde são saboreados os pratos preparados pelas nonas e claro, nonos.

Este ano, a missa foi celebrada no domingo, dia 28 de agosto na Capela de São Bartolomeu, dentro do Parque Estoril, em São Bernardo do Campo, e foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Pedro Carlos Cipollini, contando com a animação musical do Coral Bicchieri d’Oro.

O Padre Ervino Luiz Vivian, da Basílica Menor Nossa Senhora da Boa Viagem, também esteve presente e, após a missa, acompanhou Dom Pedro que percorreu diversas das instalações montadas pelas famílias.

A festa

Prestigiada pelo senador da Itália no Brasil, Fausto Longo, a festa de São Bartolomeu seguiu ,como tradicionalmente acontece há décadas, nas dependências do Parque Estoril, em quiosques enfeitados, com comes e bebes, e muita animação, característica das famílias italianas.

Conforme descreveu o jornalista Ademir Médici, em sua coluna no jornal Diário do Grande ABC, a alegria continuou com a chegada da turma do funil, distribuindo vinho direto do garrafão aos interessados, liderados por Adalberto Guazzelli.

Leia também: