Prazo para sacar abono do PIS foi prorrogado; saiba se você tem direito

Quase um milhão de brasileiros ainda não sacou o abono do PIS referente ao ano de 2014. O prazo para saque já foi prorrogado diversas vezes e, agora, vai até 31 de dezembro de 2016. O valor é de até um salário mínimo.

“Fizemos uma intensa campanha na mídia e junto às entidades laborais e patronais e, até esta data, foram pelo menos 200 mil trabalhadores que sacaram o abono, após o prazo final de 30 de junho. Tenho certeza que vamos alcançar uma boa fatia desses um milhão de trabalhadores que ainda não sacaram com a ampliação do prazo para o final do ano”, disse, em nota o ministro Ronaldo Nogueira.

Caso o prazo se encerre e a pessoa não vá buscar o dinheiro, ele volta para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e não poderá ser sacado nas agências bancárias.

Você tem direito?

Para ter direito ao saque é necessário ter recebido em média até 2 salários mínimos em 2014, se cadastrado no PIS/PASEP há mais de 5 anos, ter trabalhado pelo menos 30 dias em 2014 e que o empregador tenha colocado os dados nas Relação Anual de Informações Sociais.

Quem tiver dúvidas e quiser saber se tem ou não direito de receber um salário mínimo pode entrar no site o Ministério do Trabalho (acesse aqui).

Basta digitar a data de nascimento e o número do CPF para consultar se há algo para receber.

Tenho direito, como proceder?

As pessoas podem procurar a Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil para receber o valor. Dúvidas podem ser sanadas pela Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158 (ligação gratuita).

Para o caso do PIS, dúvidas podem ser tiradas também pelo telefone de contato da Caixa Econômica Federal: 0800-726 02 07. Para o Pasep, o número de telefone do Banco do Brasil é 0800-729 00 01.

Leia também: