Prefeitura emite nota sobre episódio envolvendo prisão de ambulante na Marechal

No último sábado, dia 3 de setembro, a prisão de um vendedor ambulante na Rua Marechal Deodoro causou alvoroço nas redes sociais.

De acordo com depoimento da moradora que registrou a cena, os guardas “empurraram o senhor contra a parede, foram mal educados, pedindo que apresentasse a licença do produto ou seria recolhido”.

O episódio dividiu opiniões. De um lado, internautas se indignaram com a prisão do ambulante. Por outro lado, comentários defendiam postura da GCM, inibindo o comércio ilegal.

Questionada, a Prefeitura emitiu uma nota oficial a respeito do caso:

“A Prefeitura de São Bernardo do Campo, por meio da Secretaria de Segurança Urbana, informa que o caso em questão se trata de ação da GCM em fiscalização de comércio ambulante irregular na Rua Marechal Deodoro. O senhor estava comercializando alho, sem autorização em local indevido, onde é proibido esse tipo de atividade, conforme legislação vigente. Ao ser orientado, o cidadão se recusou a deixar o local e de maneira agressiva desacatou os GCM’s, os quais tiveram que contê-lo e conduzi-lo ao 1º Distrito Policial.”

(Reprodução / Facebook)
(Reprodução / Facebook)
Leia também: