Frei Sebastião celebra 50 anos de sacerdócio

Benito Quaglio, o Frei Sebastião da Paróquia Santíssima Virgem e presidente da Milícia da Imaculada comemora, em 17 de abril de 2016, cinco décadas de seu ministério presbiteral.

Para celebrar esta data especial, haverá a Santa Missa de Jubileu de Ouro Sacerdotal, às 10h, na Paróquia Santíssima Virgem (Av. Lucas Nogueira Garcez, S/N – Jardim do Mar) e, no dia 24 de abril, às 15 horas, no Santuário da Imaculada Conceição e de São Maximiliano Kolbe (Estrada Morro Grande, 870 – Bairro dos Finco – Riacho Grande – São Bernardo do Campo – SP).

“Comemorar 50 anos de ordenação me faz ter a sensação de energia renovada em todos os sentidos: física, mental e espiritual. Eu sou muito feliz em ser sacerdote franciscano e ter sido escolhido por Nossa Senhora para esta missão que se tornou a minha vida. Agradeço de coração a todos os fieis, pois o meu sacerdócio não é somente meu, é nosso!”, afirma o sacerdote.

Atualmente, Frei Sebastião Benito Quaglio é presidente Associação Milícia da Imaculada, superior geral e formador do Instituto Missionários da Imaculada Padre Kolbe, além de ser Administrador Paroquial na Paróquia Santíssima Virgem, pertencente à Diocese de Santo André.

SOBRE FREI SEBASTIÃO BENITO QUAGLIO
Benito Quaglio nasceu em 20 de julho de 1938, em Lendinara, no norte da Itália. Quando emitiu os votos religiosos na Basílica de Santo Antônio (Padova), em 1958, recebeu o nome do mártir São Sebastião.

Em 1966, foi ordenado sacerdote e logo destinado como missionário para a América Latina. Já formado em teologia e filosofia, chegou ao Brasil deste mesmo ano e aqui se graduou em sociologia, além de fazer especialização em orientação vocacional.

O sonho do Frei Sebastião sempre foi evangelizar pelos meios de comunicação. Quando ainda era seminarista, participou como articulista da revista italiana O Mensageiro de Santo Antônio. Na década de 80, dirigiu a edição brasileira desta revista e participou de vários programas em emissoras de rádio da Grande São Paulo.

Foi então que o Frei encontrou na obra da Milícia da Imaculada, fundada pelo santo polonês São Maximiliano Kolbe, um ideal a ser seguido: conquistar o mundo inteiro a Cristo pela Imaculada. Assim, em 1987, ele implantou a obra no Brasil, sendo reconhecida pela Igreja Católica Apostólica Romana como uma Associação Pública de Fiéis, Universal e Internacional, de Direito Pontifício, em 16 de outubro de 1997.

Frei Sebastião Benito Quaglio pertence à Província São Francisco de Assis do Brasil da Ordem dos Frades Menores Conventuais, é presidente Associação Milícia da Imaculada, superior geral e formador do Instituto Missionários da Imaculada Padre Kolbe, além de ser Administrador Paroquial na Paróquia Santíssima Virgem.