11 curiosidades sobre a eleição para vereador em São Bernardo

O Tribunal Superior Eleitoral divulgou uma série de estatísticas envolvendo os perfis dos candidatos a vereador em São Bernardo do Campo e outros detalhes a respeito das eleições deste ano.

Registros
Dos 724 nomes que se inscreveram para a disputa de uma vaga no Legislativo Municipal, 56 tiveram o registro recusado até o momento, em geral por documentação incompleta. Outros quatro ainda aguardam julgamento.

Candidatos por vaga
Como a Câmara tem 28 cadeiras, a média nesta eleição é de quase 26 candidatos por vaga.

Formação
A respeito da formação escolar, a grande maioria tem ensino médio ou superior completo. Um total de 49 candidatos tem somente o ensino fundamental incompleto e outros 16 declararam que apenas leem e escrevem.

Profissões
A ocupação mais comum é a de comerciante, seguida de empresário e advogado. As estatísticas também mostram que 31 aposentados concorrem nestas eleições.

Idade
Quase metade dos candidatos tem idade entre 45 e 59 anos. Entre os mais novos, há dois pleiteantes com até 19 anos. Já entre os mais velhos, cinco nomes têm entre 75 e 79 anos.

Perfil
Os homens são maioria com 69% de participação contra 31% de mulheres. Cerca de 66% dos candidatos são brancos e 59% estão casados.

Partidos
Apesar da crise envolvendo a legenda, o partido com maior número de concorrentes é o PT com 44 nomes inscritos, seguido de perto pelo PRTB, SD, PSDB e PSB, cada um com 43 candidatos. Na outra ponta, estão PP e PPL com apenas um registro de candidatura cada.

Votos
Como a eleição é baseada no coeficiente eleitoral, a expectativa é de que sejam necessários cerca de 22 mil votos para que uma vaga seja conquistada na Câmara Municipal. Se uma determinada coligação conseguir, por exemplo, 110 mil votos, ela terá direito a cinco cadeiras que serão repassadas, pela ordem, aos candidatos mais votados.

Salários
De acordo com os dados divulgados pelo Portal de Transparência da Câmara Municipal, os vereadores de São Bernardo recebem um pagamento bruto mensal de R$ 15.031,75.

Assessores
Cada vereador tem, em média, 11 assessores à disposição. Entre os cargos comissionados, as principais remunerações estão nos postos de Assessor Jurídico, Secretário Geral e Chefe de Gabinete com salários em torno de R$ 11 mil.

Rotina
Em São Bernardo, atualmente, é realizada uma sessão ordinária por semana, normalmente às quintas-feiras. Nos demais dias, os vereadores costumam atender os moradores em seus escritório ou participar de atividades políticas pela cidade. Quem possui um emprego ou outra fonte de renda, normalmente costuma conciliar os dois trabalhos.