Luiz Marinho receberá convite para depor na CPI do Imasf

A CPI Imasf aprovou na última semana um “convite” para que o prefeito Luiz Marinho (PT) preste esclarecimentos sobre a autarquia. A presença do chefe do Executivo não é obrigatória.

Além de Marinho, outras três convocações, essas com obrigação de presença, foram aprovadas: Glória Kono, atual superintendente do Imasf; Waldir Miraglia, ex-superintendente da autarquia; e Ronaldo Querodia, presidente do Instituto Acqua.

A CPI apura o descredenciamento de hospitais que atendiam os servidores municipais e um rombo milionário nas contas da autarquia.

As datas para a coleta dos depoimentos ainda não foram definidas. Também foi aprovado requerimento para que o Instituto disponibilize os organogramas referentes ao período de 2008 a 2015.

Com informações do jornal Destak