Briga entre sócios do restaurante Cozinha dos Fundos de São Bernardo vai parar na Justiça

A Justiça de Mato Grosso determinou que o empresário Márcio Augusto Patrício, sócio do restaurante “Cozinha dos Fundos Restaurante Ltda”, seja afastado da administração da empresa em razão de não ter apresentado as prestações de contas do estabelecimento à sua sócia, Luciane Andreo Gancedo. As informações são do portal de notícias Mídia News.

A decisão liminar (provisória) foi proferida pelo juiz Emerson Luis Pereira Cajango, da 4ª Vara Cível de Cuiabá, na última quinta-feira (29).

Luciane e Márcio são sócios desde novembro de 2013. Ela administra um dos restaurantes da marca Cozinha dos Fundos em São Bernardo do Campo e contou que o negócio iniciou da seguinte maneira: ela e seu marido entraram com o capital e Márcio com a obrigação de ser chefe de cozinha e criar o menu.

Na ação, ela disse que a sociedade ficou estremecida após começar a passar dificuldades financeiras na cidade, o que a levou a pedir quota (repasse dos lucros) do sócio em Cuiabá.

Luciane Gancedo afirmou que o empresário – que é primo de seu marido – estaria tentando esconder a real situação financeira da empresa sob o argumento de estar no “vermelho”. De acordo com ela, Márcio Patrício nunca apresentou documentos que comprovassem as supostas dificuldades, e que, ao contrário do que afirmou o sócio, o empreendimento cresceu em Cuiabá.

Após muita insistência, o advogado de Luciane, Renan Jaudy, afirmou que conseguiu marcar uma reunião junto à contabilidade da empresa e o sócio, ocasião em que foram apresentadas “apenas planilhas que jamais poderiam ser consideradas como documentos contábeis, como balancetes gerenciais, extratos bancários e planilhas de controle interno”.

Aida de acordo com o site Mídia News, o advogado do empresário Márcio Patrício, Gustavo Nahsan, informou que não foram notificados oficialmente da decisão e, assim que iverem tomado conhecimento do caso, irão se manifestar a respeito.

Fonte: Mídia News