Crise na Metodista? Universidade demite e não paga rescisão, diz jornal

De acordo com notícia publicada nesta quinta-feira, dia 3 de novembro, no jornal Diário do Grande ABC, a Universidade Metodista não efetuou o pagamento das verbas rescisórias e do FGTS de um grupo de funcionários demitidos recentemente pela instituição.

Ainda segundo o jornal, o presidente do sindicato da categoria, Celso Nogueira, informou que a homologação das demissões não pode ser realizada, o que impede a entrada no seguro-desemprego e o saque do Fundo de Garantia.

A Metodista, por meio de uma nota encaminhada ao Diário, alegou que todos os pagamentos relativos às rescisões estão em dia.

“A Universidade Metodista de São Paulo, até por seu perfil de instituição confessional, sem fins lucrativos e comunitária, sempre pautou seus atos pelo respeito aos seus profissionais, alunos e comunidade, numa trajetória de mais de 40 anos de serviços prestados ao Grande ABC.”, ressalta o texto.

Leia também: