Polícia desmente boatos sobre roubo de órgãos de crianças no Riacho Grande, em São Bernardo

A assessoria de imprensa da Polícia Civil, por meio de uma nota oficial divulgada nesta terça-feira, dia 8 de novembro, desmentiu os boatos que circulam nas redes sociais e no WhatsApp envolvendo o sequestro de crianças no Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, que teriam como objetivo roubar órgãos.

Os áudios compartilhados, alguns com vozes de diferentes pessoas, relatam supostos sequestros e mortes de crianças também em Diadema.

Segundo a nota, a Polícia Civil explica que não há qualquer caso do tipo registrado em ambos os municípios, assim como também não há nenhum registro de mortes de crianças em condições violentas nas últimas semanas.

Ainda conforme as autoridades, fatos assim atrapalham as demais investigações em andamento, pois são vários os munícipes que entram em contato com as delegacias em busca de informações a cerca dos boatos compartilhados.

Quem originou os boatos, se descoberto, pode responder judicialmente pelos crimes de calúnia ou denúncia caluniosa.

Ouça abaixo um dos áudios encaminhados recentemente, já desmentido pela Polícia Civil.

Leia também:

Um comentário em “Polícia desmente boatos sobre roubo de órgãos de crianças no Riacho Grande, em São Bernardo

  • 18 de novembro de 2016 em 15:55
    Permalink

    Diga isso para o caso registrado ontem às 17:30 6° DP de Santo André! É REAL …e estamos com medo…

    Resposta