Golpe no WhatsApp faz 10 mil vítimas no Brasil em apenas um hora

Um golpe envolvendo o novo recurso de chamada de vídeo do WhatsApp, a partir de um link fraudulento anunciando o serviço, fez mais de 10 mil vítimas em apenas uma hora no Brasil de acordo com a empresa de segurança ESET.

Ao clicar no link, o internauta se inscreve automaticamente em um serviço de nome SMS Premium. “Esse serviço vai permitir que a operadora de telefonia cobre (via crédito de celular) da vítima e uma parte desse valor vai para o fraudador”, informou a ESET.

O link fraudulento foi amplamente compartilhado por redes sociais, o que aumentou o número de vítimas. Segundo os técnicos da ESET, por não se tratar de vírus, não é necessário formatar o celular.

Confira dicas da empresa para evitar cair em golpes online:
Não clique em links desconhecidos;
Instale um software de segurança proativa em todos os equipamentos que acessam a internet;
Só baixe aplicativos de lojas oficiais;
Sempre leia com atenção os Termos de Uso e desconfie se o aplicativo quiser ter acesso a informações que não têm relação direta com o seu uso, como acesso à lista de contatos, no caso de um jogo, por exemplo;
Nunca forneça informações pessoais para campanhas enviadas por SMS ou WhatsApp;
Desconfie sempre de promoções muito vantajosas enviadas para o smartphone;
Realize o backup constante dos dados armazenados no smartphone.

Para utilizar o recurso de vídeo do WhatsApp não é necessário clicar em nenhum link. Basta apenas atualizar a versão do aplicativo e observar se há um ícone de câmera no canto superior direito enquanto conversa com outra pessoa.

A chamada de vídeo ainda não foi disponibilizada para todos os usuários da plataforma.

Leia também: