Estudantes de São Bernardo vivem desafio de mudar realidade no entorno da escola

Estudantes do Colégio Anchieta, em São Bernardo do Campo, participaram do Desafio Arymax de Ativismo Social 2016, parceria entre a rede de escolas VIAe e a Fundação Arymax, ONG com foco em liderança e protagonismo jovem.

Foram 20 projetos desenvolvidos e todos eles receberam ajuda de custo da ONG para execução. Entre eles, estão campanhas de conscientização contra bullying, homofobia e racismo com entrega de materiais nas ruas, arrecadação e entrega de doações a pessoas em situação de rua, criação de horta vertical, construção de pista de skate, entre outros.

No início de novembro, um projeto de cada escola foi premiado pela fundação, com o objetivo de reconhecer o impacto gerado e incentivar a continuidade dos projetos.

O “Humanizando ABC”, do Colégio Anchieta, que visa dar visibilidade às pessoas em situação de rua por meio de uma página do Facebook (ABC Invisível) e levar ajuda a elas, recebeu o reconhecimento dos organizadores da premiação.

A estudante Amanda Finoti, de 14 anos, conta que durante o projeto os estudantes trocaram lanches e cobertores por histórias contadas pelas pessoas em situação de rua. “O que nos surpreendeu foi eles nos dizerem que o que mais precisam é de alguém para conversar”, conta ela, que pretende, junto com os colegas, usar o valor de R$ 2 mil ganhos com o prêmio para comprar mais materiais para continuarem o projeto.

Comente!