McDonald’s descumpre acordo trabalhista; Ministério Público convoca empresa para audiência

A rede americana de fast food McDonald’s, que tem a empresa Arcos Dourados como operadora da franquia no Brasil, descumpriu o acordo judicial com o Ministério Público do Trabalho (MPT) sobre a jornada de trabalho de seus empregados.

Foi o que constatou o MPT em força-tarefa realizada nas unidades da empresa que analisou eletronicamente cerca de 200 mil documentos relativos às jornadas de trabalho dos 42 mil funcionários durante cinco meses de 2015.

Com o descumprimento do acordo, o MPT convocou a empresa para audiência, dia 13 de dezembro, em São Paulo, na qual será discutido o pagamento de multa e informadas as penalidades devido às reincidências das irregularidades.

De acordo com os procuradores, a empresa usava o modelo da jornada móvel variável para reduzir custos e burlar direitos trabalhistas.

Foi constatado que os funcionários assinavam contrato de trabalho, mas não sabiam qual era o horário de entrada e saída nem o tempo diário de permanência na empresa.

Além disso, eram proibidos de se ausentar da loja durante o intervalo intrajornada, só podiam comer lanches do McDonald’s e a trabalhar por até sete horas sem descanso.

Leia também: