Sindicato pede vacinação contra H1N1 para todos os servidores públicos

Em 13 de abril, o Sindicato dos Servidores Públicos de São Bernardo encaminhou ofícios, um à Secretaria de Saúde e outro à Secretaria de Administração, solicitando a disponibilidade da vacina contra a H1N1 para todos os trabalhadores do município, alegando que a necessidade de garantir a integridade da saúde de todos, inclusive dos usuários do sistema público.

De acordo com o Sindicato, no dia 29 de abril, a Secretaria de Saúde respondeu ao ofício informando que a vacinação está prevista aos trabalhadores da saúde e aos grupos prioritários (crianças de 6 meses a menores de 5 anos – 4 anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas – até 45 dias após o parto; idosos com 60 anos ou mais; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

A Secretária de Saúde, Odete Gialdi, respondeu ainda a Prefeitura avaliará a possibilidade de liberação aos demais trabalhadores após a vacinação dos grupos prioritários.

Leia também: