Panex surpreende e anuncia fechamento da fábrica de São Bernardo

O Grupo SEB, multinacional francesa dona das marcas Arno, Clock, Panex e Rochedo, anunciou nesta quinta-feira (16/02) o fechamento da fábrica localizada em São Bernardo do Campo, pegando de surpresa os funcionários da unidade.

Por meio de um comunicado, a companhia informou que a produção será transferida para a nova planta industrial localizada na cidade de Itatiaia, no Rio de Janeiro.

De acordo com o texto, “fatores como o momento econômico do País, dificuldades mercadológicas, alta volatilidade cambial, baixa produtividade e altos custos de operação contribuíram para um cenário insustentável”.

A unidade de São Bernardo possui cerca de 340 funcionários. Cerca de 200 serão impactados pela decisão.

Leia também:

9 comentários em “Panex surpreende e anuncia fechamento da fábrica de São Bernardo

  • 17 de fevereiro de 2017 em 00:32
    Permalink

    Precisa de incentivos, se não as empresas que restam irão sair daqui e ficar porcarias que tem nome, mas parecem regimes escravistas como uma famosa empresa da Paulicéia.

  • 17 de fevereiro de 2017 em 00:33
    Permalink

    Lacra 13 na urna, isso que dá!!!!

  • 17 de fevereiro de 2017 em 00:43
    Permalink

    É mais culpa do cenário nacional, que os problemas do município.. É a herança maldita de 13 anos de destruição da economia..

  • 17 de fevereiro de 2017 em 07:57
    Permalink

    #TRISTEZA
    Se o nosso Secretário de Desenvolvimento Econômico prestasse mais atenção nas Empresas em vez de dedicar-se à explicações ruins sobre retirar e prejudicar trabalhadores na Praça Lauro Gomes TALVEZ teríamos mais chance de manter empregos em São Bernardo do Campo.
    Ricardo Garcia

  • 17 de fevereiro de 2017 em 08:17
    Permalink

    Retificando

    #TRISTEZA
    Se o nosso Secretário de Desenvolvimento Econômico Hiroyuki Minami prestasse mais atenção nas Empresas em vez de dedicar-se à explicações ruins sobre retirar e prejudicar trabalhadores na Praça Lauro Gomes TALVEZ teríamos mais chance de manter empregos em São Bernardo do Campo.

    Observações importantes: Em minha opinião a saída de mais essa GRANDE e CONCEITUADA empresa de nossa cidade nada tem a ver com a atual Gestão de Orlando Morando APESAR do meu comentário pertinente sobre o Minami.

    Vários são os fatores que podem ter influenciado nessa decisão da Panex, dentre elas, a carga tributária e fiscal em São Bernardo do Campo e a falta de atenção e diálogo com a gestão anterior “daquele partido” que nem gosto de citar o nome porque causa ojeriza.

    Ricardo Garcia

  • 17 de fevereiro de 2017 em 10:44
    Permalink

    Vamos colocar lula de novo.so ele se lembrava dos mais pobres.e antes q alguem fale alguma coisa.lula nao e ladrao se fosse ja estaria preso.as denucias contra ele sao inversoes do pmdb e psdb.e nao querem ele no caminho em 2018.

  • 17 de fevereiro de 2017 em 15:58
    Permalink

    Pelos produtos que fabricava, já vai tarde. O Rio de Janeiro te merece. Somente lamento o desemprego.

  • 17 de fevereiro de 2017 em 16:46
    Permalink

    Se Lula não roubou como os filhos dele ficaram milho na rios do dia pra noite será que eles tem muita sorte. ..

  • 18 de fevereiro de 2017 em 22:03
    Permalink

    Já trabalhei nessa empresa praticamente uma escravidão salário baixo e produtividade altíssima com máquinas caindo aos pedaços tenho pena do pessoal que eram trabalhadores de bem.