Notícias

Há quase 70 anos na cidade, Panex troca São Bernardo pelo Rio; funcionários acampam na fábrica

Cerca de vinte funcionários estão acampados em frente ao prédio da Panex de São Bernardo do Campo. A fábrica, inaugurada em 1948, terá sua produção encerrada até o final do ano, de acordo com comunicado do Grupo SEB, multinacional francesa também dona das marcas Arno, Clock e Rochedo.

A demissão de cerca de 200 trabalhadores pegou de surpresa até mesmo o sindicato da categoria. Nesta sexta-feira (17/02), o acampamento recebeu a visita da vereadora Ana Nice (PT) que trabalhava no local até se eleger para o seu primeiro mandato no Legislativo.

Entre os motivos que levaram à decisão do encerramento das atividades, segundo nota encaminhada pela empresa, está a crise econômica. A produção da unidade são-bernardense será transferida para a cidade de Itatiaia, no Rio de Janeiro.

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC fez uma convocação para que todos os funcionários participem da assembleia que será realizada na próxima segunda-feira, às 5h30. O objetivo é discutir alternativas e soluções para a demissão em massa.


Comente!