Notícias

Surto de sarampo: São Bernardo já contabiliza 168 casos da doença

O número de casos confirmados de sarampo no estado de São Paulo subiu para 4.299 em 2019, segundo novo balanço divulgado na última quarta-feira (18).

De acordo com os dados da Secretaria de Saúde, 55,7% dos registros se concentram na capital paulista, com 2.397 pessoas infectadas.

São Bernardo é a terceira cidade com mais casos no estado, totalizando 168 até o momento. O segundo lugar é ocupado pela vizinha Santo André, com 214 registros.

Quem deve se vacinar
Bebês de 6 meses a 1 ano incompletos devem tomar a “dose zero”, que é extra. Ao completar 12 meses, devem tomar normalmente uma dose da tríplice viral. Aos 15 meses, devem tomar uma dose da tetravalente.

Pessoas de 12 meses a 29 anos de idade devem ter duas doses da tríplice viral comprovadas. Se não está marcada na carteirinha ou não se lembra, deve procurar uma UBS e regularizar a situação;

Adultos de 30 a 59 anos devem ter pelo menos 1 dose da tríplice viral;

Adultos com mais de 60 anos não precisam se vacinar, por já terem tido contato com a doença no passado;

Prevenção começa pela vacina
O sarampo caracteriza-se principalmente por febre alta, dor de cabeça, manchas vermelhas no corpo, tosse, coriza, conjuntivite e manchas brancas na mucosa bucal.

Trata-se de uma doença infecciosa aguda, provocada por vírus, grave e transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, podendo ser prevenida pela vacina.

Para tomar a vacina, basta se dirigir a um posto de saúde mais próximo, munido de documento de identidade (RG).


Veja também:

Mercedes abre 100 vagas de estágio; Scania e Volks também buscam estudantes

Outback vai abrir segunda unidade em São Bernardo

Senac de São Bernardo abre 330 vagas em cursos técnicos


Compartilhe!