Notícias

São Bernardo vai cobrar da Agência Nacional de Saúde por repasses dos convênios médicos

Foi aprovada na última quarta-feira, 10, medidas para reivindicar da Agência Nacional de Saúde o repasse integral dos valores ressarcidos ao SUS, pelas empresas particulares de assistência médica, quando seus conveniados são atendidos em equipamentos públicos.

O texto feito pelo executivo foi aprovado com unanimidade na câmara, agora a cidade de São Bernardo se torna a primeira a tentar filtrar os recursos que a ANS recolhe e não repassa.

No geral, as medidas buscam identificar os usuários de convênios médicos que utilizam as unidades de saúde. O rastreamento acontecerá por meio de cruzamento de informações, que permitirá verificar o montante arrecadado e conferir que o repasse volte ao município. Na prática, a nova Lei não mudará nada em relação aos serviços prestados no setor da Saúde.