Greve dos coletores de SBC entra no segundo dia; Prefeitura e empresa se reúnem em busca de solução

A greve dos coletores de lixo de São Bernardo do Campo entrou em seu segundo dia nesta terça-feira (07).

Responsável pela limpeza urbana na cidade, a SBC Valorização de Resíduos não efetuou o pagamento do salário de janeiro, alegando que a Prefeitura não tem feito os repasses acordados.

Segundo a empresa terceirizada, uma negociação está sendo conduzida junto à administração municipal em busca de uma saída para o impasse que atinge mais de 800 trabalhadores.

Roberto Alves, presidente do SIEMACO ABC, sindicato que representa os coletores, critica a postura da SBC VR. “Isso é um verdadeiro desrespeito com os profissionais que trabalham arduamente na manutenção da limpeza pública da cidade”, declarou.

Questionada, a Prefeitura de São Bernardo ainda não se posicionou oficialmente sobre a paralisação dos serviços de coleta de lixo e limpeza urbana.

Comente!