Notícias

Depois de São Bernardo, agora é a vez de Camaçari sofrer com decisão da Ford

A Ford anunciou nesta terça-feira (9) a abertura do programa de demissão voluntária (PDV) para a fábrica de veículos em Camaçari (BA).

De acordo com a empresa, há um excedente de 700 operários naquela planta onde, atualmente, trabalham cerca de 7.400 funcionários.

“Essa medida tem como objetivo adequar o excedente da força de trabalho à atual demanda de mercado”, afirmou a Ford por meio de distribuída à imprensa.

Ainda segundo a companhia, a abertura do PDV, negociada com o sindicato local, é uma tentativa de evitar a demissão em massa de trabalhadores.

A notícia indigesta na Bahia só não foi pior que a recebida pelos são-bernardenses, em fevereiro último, quando a montadora norte-americana anunciou que vai fechar a fábrica da avenida Taboão até o final do ano.

Segundo fontes que participam da negociação, a unidade deve ser vendida para o grupo Caoa que pretende produzir caminhões da Hyundai (saiba mais aqui).

Com informações da Agência Estado


Compartilhe!
  • 1.8K
    Shares