Notícias

Polícia Federal investiga repasses de dinheiro de Lula para membros da família Demarchi, diz jornal

De acordo com notícia publicada no jornal Diário do Grande ABC, na edição desta quinta-feira (29/12), investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal sobre a empresa de palestras do ex-presidente Lula, a Lils Palestras e Eventos, apontaram que foram feitos repasses de recursos financeiros para o vereador de Marcos Lula e para membros da família Demarchi, em São Bernardo do Campo.

A suspeita é que as partes podem ter sido beneficiadas com forma de ocultar propinas pagas a Lula por empresas investigadas pela Operação Lava Jato.

Cerca de R$ 350 mil foram para encaminhados para a Demarchi Soluções em Alimentação, companhia pertencente a Vinicius Felipe Demarchi, filho de Albino Tadeu Demarchi e sobrinho de Laerte José Demarchi, antigos proprietários do tradicional Restaurante São Judas Tadeu.

Em nota encaminhada ao jornal, Laerte Demarchi confirmou que recebeu o dinheiro da Lils a título de empréstimo e que o contrato de repasse de verba foi firmado com o Restaurante São Judas e não com a Demarchi Solução em Alimentação.

Outros R$ 138 mil foram repassados para a campanha de Marcos Lula para vereador, em 2012. O político não se manifestou a respeito da reportagem.


Comente!