Notícias

S. Bernardo deve manter radares móveis; multas já renderam R$ 20 milhões neste ano

Atualizado às 20h58

Após a vizinha Santo André anunciar a retirada dos radares móveis na última terça-feira (10), a cidade de São Bernardo do Campo dá mostras de que deve seguir utilizando os equipamentos em suas vias.

Questionada pelo jornal Repórter Diário, a Prefeitura se posicionou por meio de nota afirmando que “cumpre o que determina o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) e utiliza os mecanismos de fiscalização com a principal função de educar, visando reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito”.

Somente neste ano, São Bernardo já arrecadou cerca de R$ 20 milhões com a aplicações de multas aos infratores, valor que corresponde a 88% da arrecadação prevista para 2017, de acordo com dados do Portal de Transparência.

Questionado por moradores durante transmissão ao vivo realizada por meio do Facebook neste domingo (15), o prefeito Orlando Morando respondeu que os radares móveis continuarão ativos e reforçou que os equipamentos têm caráter educativo.


Compartilhe!
  • 868
    Shares