Memória

30 de novembro, uma data histórica para São Bernardo do Campo

No dia 30 de novembro de 1944, São Bernardo do Campo restabelecia sua autonomia como município, emancipando-se de Santo André, em movimento capitaneado por vários representantes da sociedade, incluindo políticos e comerciantes, tendo na figura do banqueiro carioca Wallace Cochrane Simonsen o seu líder.

As reuniões do movimento autonomista ocorriam no Bar Expresso, na esquina da Marechal com a Dr. Fláquer, de propriedade de Bortolo Basso, que sugeriu ao grupo que procurasse Simonsen devido ao seu prestígio no meio político. O empresário costumava passar os finais de semana na região, mais precisamente na Chácara Silvestre, terras adquiridas por ele em 1929 e transformadas em sítio de recreio.

Em 1943, Wallace se juntou a Pery Ronchetti, Francisco Miele, Ítalo Setti, João Corazza e Plínio Ghirardello para criar a Sociedade dos Amigos de São Bernardo.

Os autonomistas e Simonsen (4º a partir da esquerda)
Os autonomistas e Simonsen (4º a partir da esquerda)

Com a persistência do grupo e a influência do padrinho político, finalmente foi promulgado o decreto lei 14.334 que estabelecia uma nova divisão político-administrativa do Estado de São Paulo, elevando o distrito de São Bernardo à categoria de município.

No dia 1° de Janeiro de 1945, a nova cidade ganhou o “Do Campo” em seu nome (já existia uma São Bernardo no Maranhão) e empossou Simonsen como primeiro prefeito por aclamação popular.

Neste 30 de novembro de 2017, uma cerimônia agendada para às 11h, nas dependências da Câmara de Cultura, primeira sede da Prefeitura, localizada no número 1325 da Marechal, pretende celebrar os 73 anos do decreto de emancipação. O evento deve contar com a presença do atual prefeito Orlando Morando e de outras autoridades.


Compartilhe!
  • 277
    Shares