Notícias

Ranking traz as ruas e avenidas mais perigosas para estacionar em São Bernardo

O SãoBernardo.INFO analisou os dados do primeiro trimestre de 2018 disponibilizados pelo Portal da Transparência da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP).

Os boletins de ocorrência registrados nas delegacias de São Bernardo do Campo, entre janeiro e março deste ano, revelam que mais de 600 furtos de carros e motos ocorreram naquele período, correspondendo a uma média de 6,6 veículos levados pelos bandidos diariamente.

O levantamento mostra também que boa parte dos furtos ocorreu pela manhã, comprovando que os criminosos não se importam em atuar em plena luz do dia.

As vias mais perigosas
Com base nos dados fornecidos pela SSP, é possível saber ainda quais ruas e avenidas de São Bernardo apresentam risco para os proprietários de carros ou motos.

O ranking abaixo reúne as vias com maior número de ocorrências de furto (quando não há contato do bandido com a vítima).

1º lugar
Rua José Versolato (21 ocorrências)

2º lugar
Rua Mediterrâneo (17 ocorrências)

3º lugar
Avenida Pereira Barreto (14 ocorrências)

4º lugar
Avenida Aldino Pinotti (12 ocorrências)
Avenida Senador Vergueiro (12 ocorrências)

5º lugar
Avenida Armando Ítalo Setti (11 ocorrências)

6º lugar
Rua Marechal Deodoro (9 ocorrências)

7º lugar
Rua Bering (8 ocorrências)
Rua Luisiana (8 ocorrências)
Rua Thales dos Santos Freire (8 ocorrências)

8º lugar
Rua Banda (7 ocorrências)
Rua Java (7 ocorrências)
Rua Marmara (7 ocorrências)

9º lugar
Avenida Dom Jaime de Barros Câmara (6 ocorrências)
Avenida Piraporinha (6 ocorrências)
Rua Dr. Marcel Preotesco (6 ocorrências)
Rua Garcia Lorca (6 ocorrências)

10º lugar
Rua Pacífico (5 ocorrências)
Avenida Getúlio Vargas (5 ocorrências)
Avenida Lauro Gomes (5 ocorrências)
Rua Miro Vetorazzo (5 ocorrências)
Avenida Senador Fláquer (5 ocorrências)
Estrada do Rio Acima (5 ocorrências)
Rua Tasman (5 ocorrências)

11º lugar
Avenida Dr. Rudge Ramos (4 ocorrências)
Avenida João Firmino (4 ocorrências)
Rua Amadeo Luiz Bonini (4 ocorrências)
Rua Atlântica (4 ocorrências)
Rua Aurélia Salazar Jorge (4 ocorrências)
Rua Báltico (4 ocorrências)
Rua Cáspio (4 ocorrências)
Rua Julieta (4 ocorrências)
Rua Jurubatuba (4 ocorrências)

12º lugar
Avenida Francisco Prestes Maia (3 ocorrências)
Avenida Lucas Nogueira Garcez (3 ocorrências)
Avenida Ministro Osvaldo Aranha (3 ocorrências)
Avenida Wallace Simonsen (3 ocorrências)
Estrada dos Alvarengas (3 ocorrências)
Rua Aral (3 ocorrências)
Rua Dr. Castelo Branco (3 ocorrências)
Rua Dr. Paulo Meloni (3 ocorrências)
Rua Ítalo Setti (3 ocorrências)
Rua Joaquim Nabuco (3 ocorrências)
Rua Princesa Francisca Carolina (3 ocorrências)
Rua Vinte e Sete de Abril (3 ocorrências)
Rua Vitória Maria Medice Ramos (3 ocorrências)

O perigo está no Centro
Assim como a rua José Versolato, a campeã de furtos, várias vias presentes no ranking fazem parte da região central de São Bernardo do Campo. O “triângulo” formado por Centro, Baeta Neves e Jardim do Mar é responsável por cerca de um terço dos furtos de veículos na cidade.

Queda nos números
O mesmo levantamento realizado em 2017 mostrava uma média de 8 veículos furtados diariamente contra 6,6 no primeiro trimestre deste ano. A queda coincide com a análise do Boletim Econômico Tracker-FECAP que mostrou que em todo o Estado de São Paulo houve uma redução significativa nesse tipo de crime.

O boletim também analisa que a diminuição de furtos pode ser justificada pela mudança de comportamento dos criminosos, que estariam migrando para ações mais lucrativas, como roubos a carros fortes.

Com informações da SSP/SP e Agência Estado


Compartilhe!
  • 1.9K
    Shares