R$ 1 milhão cada: novos ônibus da Metra não vão passar por São Bernardo

Atualizado às 19h22

O governador João Doria (PSDB) esteve na garagem da Metra, em São Bernardo do Campo, para acompanhar a entrega de 25 novos ônibus articulados que devem circular pelo Corredor ABD.

De acordo com a secretaria de Transportes Metropolitanos, foram gastos cerca de R$ 25 milhões, ou seja, R$ 1 milhão por unidade, preço considerado “de mercado” por especialistas ouvidos pela reportagem.

Os novos veículos têm capacidade para 154 passageiros e contam com ar condicionado, wi-fi e carregador USB.

Vale lembrar que a frota adquirida vai substituir a atual formada por ônibus de menor capacidade. O ganho para os passageiros será visível, mas talvez não tão substancial quanto se espera.

São Bernardo beneficiada? Não é bem assim
Em nota encaminhada à imprensa, a prefeitura de São Bernardo citou a participação do prefeito Orlando Morando (PSDB) no evento e celebrou a aquisição dos ônibus, sugerindo a “melhoria das condições de transporte público” para os moradores do município.

O texto oficial também indica que a cidade estaria entre as “contempladas” com o investimento milionário feito pela Metra.

Faltou à administração municipal lembrar que os novos ônibus vão operar de forma exclusiva na linha 376, que liga Diadema ao Brooklin, passando bem longe do trecho são-bernardense do corredor. Benefício indireto? Pode ser.


Compartilhe!
  • 2.1K
    Shares