Variedades

Moradores alertam para infestação de escorpiões em São Bernardo

Com a aproximação do verão, a umidade e o clima quente tornam-se condições favoráveis para a proliferação de escorpiões nos ambientes urbanos.

Ao menos 15 moradores de bairros como Assunção, Demarchi e Alvarenga relataram ao SãoBernardo.INFO que encontraram escorpiões em suas residências neste início de ano.

De acordo com especialistas, é importante adotar medidas como eliminar material de construção, entulho e folhas secas nas proximidades da casa, inclusive no quintal.

Vale também manter jardins e terrenos baldios limpos, e acondicionar o lixo doméstico em sacos plásticos fechados e em recipientes com tampa para evitar proliferação de insetos, principalmente baratas, que é o alimento principal do escorpião.

Vedar frestas, buracos em paredes ou assoalhos, ralos de pias e tanques, afastar a cama da parede e vistoriar roupas e sapatos antes de vesti-los pode auxiliar a evitar acidentes.

Os escorpiões têm hábito noturno e preferem abrigos em locais sombreados e úmidos. Os mais comuns são os do tipo amarelo (Tityus serrulatus) e marrom (Tityus bahiensis), que vivem entre três e quatro anos.

Crianças e idosos são mais sensíveis ao veneno de animal. As reações variam de uma dor leve e inchaço até alterações na respiração e nos batimentos cardíacos e convulsões.

Em São Bernardo do Campo, o desenvolvimento de ações para a prevenção e o controle de pragas é responsabilidade do Controle de Zoonoses.

Solicitações e informações de focos de escorpiões poderão ser feitas por meio da Central da Prefeitura, nos telefones 0800-7708156, 2630-4650, 2630-4651, 2630-4652, no Atende Bem ou no Aplicativo VcSBC.


Veja também:

São Bernardo tem inscrições abertas para hidro e natação no Baetão

Supermercado na Pauliceia abre vagas para diferentes cargos

Restaurante Florestal fecha as portas em São Bernardo


Compartilhe!