Variedades

Médica de São Bernardo pediu demissão e enganou colegas para entrar no BBB 20

Para entrar no Big Brother Brasil 20, a médica Thelma Assis pediu demissão do Hospital de Clínicas de São Bernardo do Campo.

Aos colegas, alegou que ia mudar de cidade devido a uma proposta irrecusável de trabalho em sua área.

Uma festa de despedida foi organizada pela equipe, com direito a bolo, salgadinhos e muita comoção.

O que a turma do hospital não esperava era ver, dias depois, o nome da médica entre os participantes do reality show.

Imagem de Thelma Assis, do BBB20

Aos 35 anos e casada, Thelma também é bailarina e passista de samba. Agora, faz parte da equipe Pipoca em busca do prêmio de R$ 1,5 milhão.

Para quem pretender acompanhar, o BBB20 estreia nesta terça-feira (21), na TV Globo, depois da novela Amor de Mãe.


São Bernardo no topo do BBB

Apesar da médica Thelma manter apenas laços profissionais com a cidade, São Bernardo já contou com representantes em várias edições do Big Brother Brasil.

Destaque para Diego Alemão, campeão da edição de número 7, ainda sob o comando de Pedro Bial. O são-bernardense venceu com 91% dos votos e levou para casa R$ 1 milhão.


Mais SBC no BBB

No vídeo promocional, divulgado pela produção do BBB 20, outra curiosidade envolvendo o reality show e São Bernardo.

Thelma divide a tela com Petrix Barbosa (veja abaixo), ginasta que chegou a disputar competições pela equipe da cidade.

Petrix também é lembrado pelo escândalo envolvendo o clube Mesc, em 2018, quando acusou o técnico Fernando de Carvalho Lopes de uma série de abusos.

O caso ganhou repercussão nacional após uma reportagem exibida pelo Fantástico e culminou com o banimento de Fernando do esporte.

Com 27 anos, Petrix está empolgado com o BBB. “Ter a oportunidade de viver algo tão diferente foi um convite que eu tive que aceitar. Vou dar meu máximo”, afirma o atleta. ​

Vídeo: Reprodução / TV Globo


Veja também:

A morte sem solução do ex-BBB de São Bernardo

Novo Outback de São Bernardo já tem data para inaugurar

Justiça manda São Bernardo parar de pintar ciclovias de azul


Compartilhe!